Conferência das Nações Unidas sobre Meio Ambiente

Reunião que ficou conhecida como Rio-92, Eco-92 ou Cúpula da Terra, a Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente e Desenvolvimento – CNUMAD aconteceu 20 anos depois da primeira conferência sobre meio ambiente, em Estocolmo, na Suécia.

Contando com a presença de 178 chefes de governo, a Conferência contou com a atuação de representantes da sociedade civil, da efetiva participação das ONGs e de movimentos sociais. A partir dela, os Estados passaram a admitir a necessidade de um desenvolvimento sustentável, propondo ações de proteção ao meio ambiente. Desde então, são discutidas propostas para conciliar o progresso econômico e social com os recursos naturais, a fim de que seja preservada a qualidade de vida da geração atual e das gerações futuras.

Também nesta Conferência ficou estabelecido aporte tanto tecnológico quanto financeiro para que países em desenvolvimento pudessem encontrar modelo de desenvolvimento mais sustentáveis, que incluíssem redução dos padrões de consumo, em especial de combustíveis fósseis.

Como resultado, originou-se um documento intitulado Agenda 21, onde foram propostas políticas e ações de responsabilidade ambiental, consideradas fundamentais na agenda de todos os países, a fim de se garantir um desenvolvimento sustentável.