Juscelino Kubitschek e Jair Bolsonaro: um paralelo possível? – As lições da subserviência para a política externa brasileira