Genocídio

Surgido na década de 1940, o termo é originado pela combinação da palavra grega geno=raça/tribo mais a palavra latina cídio=matar. Foi cunhado por um advogado judeu que buscava uma expressão capaz de descrever o que havia sido orquestrado pelos nazistas durante a Segunda Guerra Mundial.

O conceito foi criado de forma específica para definir crimes cujo objetivo consistia na eliminação de grupo de pessoas em razão de sua raça, etnia, religião ou nacionalidade.

Por meio de uma determinação da ONU, o genocídio é considerado um crime contra a humanidade, desde 1948. Atualmente, a Corte Penal Internacional de Haia, nos Países Baixos, é a organização encarregada de julgar crimes cometidos e identificados como práticas de genocídio.